quarta-feira, 5 de junho de 2013

Startup Dicas - Captando investimento para sua startup?

Então você ficou meses trabalhando nos finais de semana e durante a madrugada (no famoso terceiro turno) para dar vida a uma ideia e agora acredita ser a hora certa para buscar investimento? Afinal, acreditar na própria ideia é fácil, mas convencer outra pessoa de que você está fazendo algo significativo e que renderá frutos é o principal desafio.

O que grande parte dos empreendedores mais experientes dizem é verdadeiro: captar investimento é um dos maiores obstáculos, principalmente quando se trata de uma startup em early stage. Não basta conseguir o contato de investidores aleatórios e apresentar seus slides, o jogo envolve muito mais que isso. Antes de conferir nossas dicas, estabeleça seus interesses e conheça os do investidor.

O que os investidores querem?


Objetivos alinhados: Antes de entrar em contato com todos os perfis de investidores que você conhece, procure saber o mercado onde eles procuram investir. Você pode entrar em contato com aqueles que não investem no seu mercado para aumentar sua rede de contatos, mas é preciso conhecer os objetivos do profissional (ou fundo) antes de se apresentar. Se você possui uma startup focada em finanças provavelmente não conseguirá alcançar seu objetivo apresentando seu pitch para um fundo que atua apenas com e-commerce. Vale lembrar que alguns fundos investem em startups em estágio inicial - early stage, outros em startups que já alcançaram o break even, outros em ideias. Converse com um fundo que tenha interesse em empresas que estão no mesmo estágio que a sua.

Fazendo o dever de casa: A preparação é essencial para conseguir o investimento. Além de descobrir o mercado atuante das startups investidas pelo fundo pretendido, é importante também entender o que atrai o interesse do investidor. Inicialmente ele é atraído pela ideia do negócio, em seguida avalia o mercado e a possibilidade de sucesso no ecossistema onde a startup se encontra. Caso as condições sejam favoráveis, o investidor finalmente avalia o perfil da equipe, ou seja, o que ela fez e sua paixão pelo que faz. Aliás, como o investidor-anjo e fundador da Anjos do Brasil, Cássio Spina, nos contou em sua entrevista, a equipe é um dos principais fatores ao investir, se não o principal, mas todos esses fatores são muito importantes para obter sucesso.

O que você quer?

O valor necessário com o investidor certo: Quais tipos de investimento você está buscando? Quais são os termos preferenciais do contrato? Procura um investidor-mentor que já foi empreendedor, ou seu objetivo é apenas receber o investimento e demonstrar resultado? Está disposto a ceder um lugar em seu conselho? Estas são algumas das questões importantes que devem estar em sintonia com ambas as partes.

De quanto você precisa? O empreendedor deve ser ambicioso, mas o bom senso é obrigatório. Antes de estipular o valor desejado a ser investido e o quanto estará disposto a abrir mão de participação, estude bastante seu mercado e os investimentos feitos com empresas similares.

O que vai fazer com o investimento? Aumentar o time? Atuar em um novo mercado? Desenvolver uma nova frente de negócios? Independentemente do objetivo, lembre-se de levantar o suficiente para cumprir com as projeções apresentadas aos investidores.

Conseguindo o sonhado investimento

Agora que você já sabe o que quer e o que o investidor procura, chegou a hora de impressioná-lo e fechar o negócio!

Expandindo sua rede de contatos: Para conseguir investimento é importante ter uma reputação ou, pelo menos, contatos importantes que o apresentarão para as pessoas certas. Frequente eventos, meetups e competições de startups para conhecer as pessoas mais influentes do meio. Crie relacionamentos, peça ajuda no que precisar, ajude quando puder.

Apareça: Nas redes sociais existem vários grupos de discussão com foco em startups, com fundos de investimento e investidores como membros. Entre nos principais grupos e seja um membro ativo, participando sempre que possível das discussões. Dica de ouro: muito cuidado com o que for escrever!

Não tenha receio de pedir ajuda para os amigos: Agora que você já está dentro da comunidade procure seus amigos que já captaram investimento para tirar dúvidas e pedir conselhos. A comunidade de startups é bastante unida, sinta-se à vontade para pedir informações e tirar dúvidas.

Crie uma apresentação matadora: É possível encontrar muito material na web para ajudá-lo na criação de um slide deck atraente. Crie um layout simples, reúna as informações pertinentes sobre seu negócio em poucos slides e treine exaustivamente a apresentação.

Faça uma lista de prospects: Agora que você já faz parte da comunidade e conhece os principais players, faça uma lista com os investidores com quem deseja trabalhar. Tente marcar calls e reuniões com esse grupo, e, caso não tenha sucesso, faça uma segunda lista com outros nomes que também lhe interessam.

Impressione na apresentação: Se você quer impressionar o investidor, demonstre conhecimento do seu mercado, tenha em mãos um plano de negócios com fluxo de caixa e projeções de retornos - ROI -(alguns investidores gostam), e prepare um slide deck sucinto com dados relevantes sobre sua startup, equipe e mercado.

Se prepare para as negociações: Estude bastante antes de começar as negociações para entender os termos e condições. Depois de assinado o contrato, está feito! Não deixe nada ao acaso. Como estamos lidando com valores consideráveis, todo cuidado é pouco.

Esperamos que essas dicas o ajudem a encontrar o investidor certo e fechar o melhor negócio. Boa sorte!


Este foi um guest-post fornecido pela equipe da startup Conta Azul, uma startup que torna a emissão de notas fiscais, gestão financeira, de estoques e vendas mais simples e eficiente, a partir de R$24,90/mês.

1 comentários:

Parabéns pela matéria! Vocabulário simples e de conteúdo rico. Vem de encontro com o momento que estou passando!!! Obrigado

Postar um comentário

Compartilhe conosco sua experiência empreendedora ou envie-nos suas dúvidas e sugestões.

Se você tem vergonha de seu comentário ou de sua idéia, por que acha que nós nos orgulharíamos em publicá-la? Então, por favor, não seja anônimo.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More