quarta-feira, 10 de abril de 2013

7 fundamentos para empreender com visão e bem-estar

O Brasil chamou a atenção uns anos atrás por registrar uma das maiores taxas de empreendedorismo por necessidade (necessity-driven) do mundo, frente ao empreendedorismo por oportunidade (opportunity-driven). Ou seja, grande parte do empreendedor brasileiro normalmente empreende porque precisa e não tem outra opção, ao contrário dos que empreendem por oportunidade, que têm um olhar diferente e buscam explorar o que consideram uma oportunidade, mas ainda tem a opção de se manter em um emprego fixo.

Independente dessa motivação inicial, normalmente os empreendedores se enterram na ainda tão admirada cultura workaholic ou, como outros preferem dizer, que não são viciados no trabalho, mas em gerar resultados e muitas vezes realmente precisam. Porém, quando começamos uma atividade de longo prazo com vícios ou maus hábitos estes tendem a permanecer até que sejamos forçados a mudar, por isso estabeleça uma "rotina" que te ajude a ser mais produtivo e manter uma qualidade de vida elevada (entenda aqui, saúde física e mental).

1- Defina primeiro onde você quer que sua vida chegue e a partir disso poderá com maior facilidade tomar decisões na sua vida que o direcionem para onde você quer chegar, caso contrário continuará tomando rumo ao desconhecido, "correndo atrás do rabo" e sem objetivo, muitas vezes deixando passar coisas, pessoas, experiências muito preciosas.

2- Missão, visão e valores não são importantes apenas para as empresas, mas são fundamentais para as pessoas. Parafraseando o Gato de Alice no País das Maravilhas: “se você não sabe onde quer chegar, tanto faz onde chegue”. Sucesso ou fracasso nesse caso estão indefinidos. Alegria ou tristeza serão momentâneos. Instabilidade emocional e financeira serão constantes.

Imagine-se num ponto de ônibus parado. Vem um ônibus bonito e aparentemente confortável, você consome seu dinheiro e entra nele. Percebe que esse ônibus está cheio e acaba ficando em pé e desconfortável. Então decide descer e pegar outro ônibus em outro ponto, fica esperando por horas até que vem dois ônibus, você decide pegar o que parece ser mais rápido, mas quando entra percebe que o caminho que ele tomou é cheio de buracos. Mas ainda assim, depois de tudo isso decide mudar de ônibus de novo. A grande questão dessa história não é qual ônibus escolher, mas onde se quer chegar. De nada vai adiantar pegar o melhor, o mais rápido, o mais confortável, o mais legal, o que faz o caminho mais tranqüilo  o mais importante é o destino do ônibus. Porém, a maioria das pessoas vive sem definir o destino e fica pulando de um ônibus para o outro.

3- Além disso, a maioria dos empreendedores de sucesso começaram ou a partir de um hobby ou uma necessidade pessoal, como o Foursquare, ou outra atividade em que tinham prazer e não simplesmente um trabalho qualquer que faturasse dinheiro (para isso existe uma grande variedade de um empregos fixos).

Pense em como monetizar as atividades que você gosta. Por exemplo, um caso real mas bem ilustrativo que conheço. Uma amiga minha sempre foi apaixonada por fotografia, tirava muitas fotos pelo prazer de registrar momentos e as imagens que registrava sempre foram excelentes. Graças a esse “dom natural” que ela foi aperfeiçoando, a necessidade de uma renda extra e a coragem de investir, começou seu negócio. Ela percebeu o tipo de público com o qual gosta de lidar, investiu em equipamentos e em um site e seu slogan partiu de algo que sempre viveu “fotografia com o coração”. Seu projeto vem dando certo e continua no caminho para a sustentabilidade financeira com prazer no que faz.



4- Tenha amigos conselheiros, que estão sempre dispostos a ouvir, trocar ideias e acrescentar algo mais a sua vida. Aqueles em quem você confia e tem prazer em escutar. Pessoas que você gosta muito e também quer somar algo na vida delas, podendo amadurecer juntos. Se não conhece pessoas assim, comece a participar de encontros de empreendedores, onde tem espaço para fazer networking e a compartilhar ideias de projetos com outros amigos, quem sabe você não conhece pessoas que tenham os mesmos interesses que você e queiram compartilhar e caminhar juntos.

5- Ajude alguém, seja com trabalhos sociais, com doações de cesta básica, brinquedos ou qualquer outra coisa, mas se envolva com pessoas necessitadas e veja o quanto você pode fazer a diferença na vida de uma pessoa. Deixe-se levar pelo amor ao próximo.

6- Reserve um dia na semana para que você durma pelo menos 8h em uma noite e que você possa se dar ao luxo de fazer nada neste mesmo dia. Aperte sua agenda durante os outros dias e coloque prioridade no seu dia de descanso, não permita que nada atrapalhe, é uma escolha sua, basta se esforçar. Se possível tenha também outros dois dias na semana em que você possa acordar uma ou duas horas mais tarde, dessa forma seu organismo responderá com mais disposição, devido a quebra na rotina. Isso ajudará suas ideias a terem mais espaço para fluírem para fora da caixa e aumentar sua capacidade de inovação e criatividade.

7- Valorize o que realmente tem valor, mantenha suas raízes preservadas. Reanime o prazer que você tem nas coisas simples da vida. O prazer em caminhar descalço na grama, na areia, mergulhar no mar, no lago, andar a cavalo. Estar com a família, filhos, irmãos e amigos. Cozinhar, pintar, ouvir suas músicas preferidas meditando com atenção na letra. Tenha equilíbrio em sua vida. Dê vazão ao seu eu mais profundo, para que ele empreenda com você.

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe conosco sua experiência empreendedora ou envie-nos suas dúvidas e sugestões.

Se você tem vergonha de seu comentário ou de sua idéia, por que acha que nós nos orgulharíamos em publicá-la? Então, por favor, não seja anônimo.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More