segunda-feira, 4 de julho de 2011

Pare de trabalhar e empreenda!

A maioria das pessoas sonha em ter o próprio negócio e ser o próprio chefe. A minoria planeja abrir um negocio e apenas um pequeno percentual se torna efetivamente um empreendedor.

Muitas pessoas acabam deixando de empreender por comodidade de ser empregado, onde aparentemente não precisam arriscar muito, tem quase garantida uma renda no final do mês e não estão dispostos a estudar e pesquisar oportunidades de mercado.

Contudo, é aí que se abre uma brecha para aqueles que são eficientes no pensar e pouca paciência em apenas planejar, ou como diz o título do livro que comecei a ler recentemente, aqueles que Do more faster (Faça mais rápido).

As pessoas acham que o reconhecimento vem quando se acomodam numa cadeira de um escritório imponente ganhando seu salário fixo e ainda podem ser recompensados com bonus. Para esses eu digo:

ACORDA!!! A sensação de expor suas emoções e seus pensamentos para o mundo no formato de um negócio vai te trazer muito mais satisfação. É quase igual a ter um filho!

Sim! Mesmo sem ter um filho, eu sei que exige responsabilidade, tempo, disposição, dinheiro e muita paixão (Veja o caso dos garotos do Catarse)! Sem esses ingredientes dificilmente você conseguirá ser um empreendedor bem sucedido. Mas com eles, você terá a satisfação de ver algo que você criou crescer, alcançar pessoas em diferentes lugares e quem sabe se tornar líder, mesmo que apenas regional e com isso terá mais motivação para acordar todos os dias e ir trabalhar.

As maiores diferenças se compararmos o empreendedorismo com um emprego fixo são que, ao contrário de um emprego que obriga você a acordar sempre no mesmo horário e você já sabe o que esperar de sua remuneração, no empreendedorismo você tem sempre algo a mais te esperando no dia-a-dia. Além disso, já conheci muitas pessoas que ficaram anos numa empresa e fizeram sua vida lá, ganhando bem e sendo um ótimo funcionário, mas no final o que ganhou foi um pé na bunda, pois mesmo que você seja bom, um dia a empresa precisará renovar a equipe, por qualquer que seja o motivo.

Tenha no empreendedorismo um hobby, envolva sua família, seu melhor amigo, seus filhos e ensine/aprenda com eles formas de ganhar dinheiro inovando e ainda se divertir. Pode ser comprando um carrinho e indo vender açaí na praia aos finais de semana ou vendendo miojo próximo a sua faculdade, até mesmo alugar um local na região onde você trabalha e montar um banheiro particular (curioso) ou simplesmente montando um site da sua lojinha para receber pedidos pela internet e até mesmo montando seu próprio aplicativo para IPhone.

Enfim, eu respeito aqueles que são bons profissionais no ambiente em que atuam e sempre admirei muitos deles. Então, caso você realmente não tenha vontade de abrir um negócio e empreender, porque não ser um empreendedor corporativo na empresa em que você trabalha? Pergunte-me como...Pois esse assunto fica para um próximo artigo.

Caso você não queira empreender porque lhe faltam idéias, não deixe de conhecer nosso Gerador de Idéias, lá você vai encontrar algumas das mais malucas e até mesmo realistas e práticas idéias de negócios que nós temos. Mas se idéia é uma coisa que não te falta, mas não quer empreender, então contribua com nossa coluna e com outros empreendedores compartilhando sua idéia, quem sabe alguém não a coloca em prática fazendo você um idealizador de negócios.

1 comentários:

Idéias não me faltam....nem capacidade técnica em minha área, aliás...nos últimos 10 anos vi muitas idéias que tive serem transformadas em realidade, o meu grande problema é não saber buscar clientes e não ter um "networking" amplo, nem só de idéias vive o empreendedor...paciência! :(

Postar um comentário

Compartilhe conosco sua experiência empreendedora ou envie-nos suas dúvidas e sugestões.

Se você tem vergonha de seu comentário ou de sua idéia, por que acha que nós nos orgulharíamos em publicá-la? Então, por favor, não seja anônimo.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More